sábado, 22 de outubro de 2011

Todo mundo sabe


Silvio Santos já abre o Teleton pedindo...

 O Teleton, literalmente, uma maratona televisiva. No Brasil, ela acontece em prol da "Associação de Assistência à Criança Deficiente", e todo mundo sabe disso.
 Todo mundo sabe o por quê e como acontece, sabe os modos de participar, sabe que artistas e apresentadores de várias emissoras e representantes de diversas empresas vão passar. Todo mundo sabe.
 Todo mundo sabe que o Teleton é movido à base de clichês, apelo popular, entretenimento desenfreado, entrevistas melancólicas e o incessante repetimento (que chega a encher o saco) do número do telefone, tudo isso pra ajudar supostas pessoas deficientes, que, segundo eles são mais felizes que as pessoas "normais". Todo mundo sabe.
 Todo mundo sabe que a cada Teleton que passa, eles aumentam o valor da meta, e a desculpa é de que se precisa de mais unidades da AACD, de que também é preciso zelar das atuais, e dizem que tem milhares de crianças "torturantemente" na fila de espera. Todo mundo sabe que tudo isso acontece todo ano.

"Tonzinho", um dos vários apelos do Teleton

 E ao saber de tudo isso, se acaba não prestando atenção, ignorando o verdadeiro motivo, a verdadeira causa dessa maratona, e a gente acaba se entregando ao pensamento do tipo "Eu não ajudei o ano passado nem os anos anteriores, e em todos eles, conseguiram atingir a meta, sem a minha ajuda".
 Se a meta cresce a cada ano, e mesmo que não acreditemos no porquê, significa que está ficando cada vez mais difícil manter a instituição e o próprio Teleton, mesmo que empresas enormes e homens bilhardários doem. E mesmo que essas empresas enormes e esses homens bilhardários doem, e mesmo que se consiga um novo recorde de doações a cada ano, eu particularmente gosto de saber que fiz parte, que teve ao menos 5 reais meus lá.

 Podem me chamar do que quiser, podem me escurraçar, escrotizar, micaretar, mas eu não podia deixar de falar sobre essa campanha. Quero que vocês reflitam que se uma mulher consegue fazer com que um homem "empreste" sua emissora uma vez por ano durante longas 26 horas, e mais de 13 vezes, por crianças, significa que a causa é realmente grande.



Um abraço.