sábado, 3 de janeiro de 2015

O Novo Tripulante do Codinome B

O novo tripulante deste navio negreiro de casco furado chamada Codinome B possui o nome de 'Diego Barbosa' no seu Registro Geral, mas também é chamado de 'Dinegro Barbosa', ou 'A B Dinegro'. O que, surpreendentemente, apesar das fortes represálias em protesto da minha parte, não será o pseudônimo usado por ele para postar no blog. Eu não vou revelar tampouco, vou deixar que vocês vejam o nome com que ele se apresentará, para poderem fazer suas próprias represálias.

Para quem não se deu conta das sutilezas racistas presentes desde o início do post, ele é negro. E ponto. Ele deixa explicitamente claro (ou escuro, no caso), que fazer piada com a própria cor é algo que ele não se importa de fazer, nem de que façam com ele. Também deixa explicitamente claro que o racismo é idiotia. Afinal, somos todos macacos. E no caso dele, quase nem dá pra perceber, porque ele tem polegares opositores quase iguais a de um ser humano. 


Para quem não se deu conta da referência bíblica ainda, pois não tem a mínima ideia do que está escrito em uma, o nome "A B Dinegro" é uma referência a um dos três hebreus que não viraram churrasco pela controversa e inexistente força do poder divino, quando lançados numa fornalha quente pelo Rei Nabucodonosor, cujo nome era Abede-nego. Nabucodonosor também é o nome do hamster do Diego, o que, creio eu, é uma forma de compensação moral pelos danos sofridos pelos três hebreus há milhares de anos. Tipo um "Rá! Ié-ié! Morreu pá virar nome de hamster, otário! Salci-fufu!". E coisa e tal.

Além de ser negro e ter um gosto legal-mas-não-é-a-b-dinegro para pseudônimos, Dinegro é,  costumo dizer (cheio de pompa e com voz de radialista aloprado) " A Única Pessoa Que Eu Conheço Capaz de me Convencer da Existência de Deus ". Talvez seja até exagero, no caso, ao passo que ele não se importa em me convencer (eu é quem me importo em ser convencido), mas apenas é um religioso digno de respeito, porque possui e busca razões para sua fé.

Sou uma pessoa que enoja o fundamentalismo, tolera o religioso comum, e admira um religioso que sabe do que está falando. Não concordamos em muita coisa, aliás, são poucas as coisas que concordamos a esse respeito, mas não nos engalfinhamos violentamente como a sociedade prevê que é de praxe acontecer. Apesar de às vezes eu realmente sentir muita vontade de partir pra violência xD.

Dinegro também é um ótimo humorista, contador de histórias, escritor de contos, e um excelentíssimo conselheiro amoroso. Segundo testes de personalidade MBTI, a única coisa que nos impede de termos sido feitos um pro outro, é o fato de ambos gostarmos de vaginas.  

Amanhã, portanto, eu postarei o texto inaugural que ele preparou, porque ele está atualmente indisposto.

Até mais, cabritos andarilhos dos trilhos de trem ;) ~~