quarta-feira, 13 de maio de 2015

Preguiça de fazer Ciência

Olá, navegantes de fibra óptica (Sim, esse vai ser o meu bordão! :v), como estão?!
        Bom, como bem puderam ver (ou até mesmo ouvir, para o caso de pessoas com deficiência visual... ), cá estou eu novamente! Sei que no meu primeiro post depois de reintegrado à equipe eu disse que o próximo texto seria sobre Falácias, mas eu não quis decidi que farei algo melhor à respeito deste tema.
        Você pode estar pensando que se eu disse que faria um texto sobre falácias e um sobre Carl Sagan/série Cosmos e o presente texto já lhe informou que não se tratará da primeira opção, logo abordarei... Design Inteligente é claro!
        Escolhi tratar dessa Ciência, com C de Conto da Carochinha, pois está tomando proporções muito maiores do que de fato (e é aqui a palavra FATO deixa de ser utilizada) merece.
        Eu poderia descrever essa maravilha em quatro palavras, e inclusive já o fiz. É sério! Volta lá no título da postagem! :v
Sim, Preguiça de Fazer Ciência. Trata-se basicamente de dizer: “Se algo é complicado, logo só pode ter sido criado. Pra quê ficar pensando nisso, fera?! Fica tranquilo aí! Esse volume de “A origem das Espécies” cheio de evidências científicas comprovadas e que derrubaram inúmeras tentativas de refutações por mais de 150 anos é pra bocó, o negócio é falar que é defensor de D.I. e pronto!”.
        “Tá, mas que raio de coisa é Design Inteligente, homem?”

        Primeiramente, dizem tratar de uma “Teoria”, mas apenas fazem-me rir – e chorar, por conta de tamanha ignorância...        Ainda há quem pense que qualquer ideia não fundamentada que surge, e que com certeza é genial, afinal conseguiu convencer o próprio idealizados e cinco ou seis amiguinhos, pode ser automaticamente ser chamada de Teoria – isso, aliás, contribui para a “difamação” da própria palavra, tornando quase que obsoleta a “Teoria da Evolução” de Charles Chaplin Darwin aos olhos de experientes leigos desprovidos da ânsia de compreender – sim, apenas COMPREENDER - o que há décadas foi pesquisado, descrito e vem sendo testado e comprovado, estando, assim, aberto a críticas, desde que FUNDAMENTADAS.
        Para quem não sabe, o verdadeiro conceito de TEORIA é:
Conjunto de conhecimentos não ingênuos que apresentam graus diversos de sistematização e credibilidade, e que se propõem explicar, elucidar, interpretar ou unificar um dado domínio de fenômenos ou de acontecimentos que se oferecem à atividade prática” (AURÉLIO, 2004).
"conhecimento sistemático, fundamentado em observações empíricas e/ou postulados racionais, voltado para a formulação de leis e categorias gerais que permitam a ordenação, a classificação minuciosa e, eventualmente, a transformação dos fatos e das realidades da natureza” (HOUAISS, 2009). “
      Não, o cara estiloso aí do lado não apenas pensou: "Caraca, eu sou um humano... aquele ali é um macaco... somos parecidos pra caramba! Com certeza meu ta-ta-ta-tataravô foi um deles!!!". Não é assim que se faz ciência, *cof* *cof*.

     Aos que não conhecem Darwin e/ou a desconhecida quase famosa Teoria da Evolução: teremos postagem sobre isso!
    Aos defensores do D.I : FUJAM PARA AS COLINAS, AQUI ESSA "PSEUDICE" NÃO TEM VEZ!!!


 *(Não tenho certeza se o Bruno já tratou desse cidadão, em caso negativo, logo faremos algo à respeito)